top of page
Livro de capa dura

Chile elimina teste aleatório, máscara e limite de capacidade.

Chile ainda solicitará o certificado de vacinação do país de origem do turista ou PCR Negativo.

O Ministério da Saúde do Chile, em nome do Comitê Interministerial de Resposta à Pandemia, anunciou que, a partir de amanhã (1), abre o plano "Seguimos Cuidándonos” (ou Continuamos Cuidando de Nós, em tradução livre), que traz mais flexibilização para o Turismo.


A adoção do novo Plano diz que:


  • Não haverá restrições de viagem e o isolamento será realizado de acordo com as normas gerais de saúde para casos confirmados;

  • erá solicitado o certificado de vacinação do país de origem do turista estrangeiro ou PCR

  • Elimina-se o teste aleatório de visitantes estrangeiros;

  • Mantém-se a decisão de suspender a declaração C19;

  • A exigência do Mobility Pass será descontinuada.


Complementarmente e impactando também os residentes:

  • A máscara deixa de ser obrigatória, com exceção a estabelecimentos de saúde de qualquer natureza. Seu uso segue recomendado para pessoas com sintomas respiratórios ou para quem frequenta ambientes de longa permanência, transporte coletivos e grandes eventos;

  • Eliminam-se as limitações de capacidade em espaços abertos e fechados;

  • As medidas de distanciamento deixam de ser exigidas em locais fechados.


O governo chileno também informa que o Alerta de Saúde Covid-19, em vigor até hoje (30), foi prorrogado até 31 de dezembro de 2022, porque a "emergência sanitária internacional não terminou".


1 visualização0 comentário
bottom of page