Livro de capa dura

Disney registra crescimento de receita impulsionadas pela reabertura de parques temáticos.


The Walt Disney Company registra estimativas de ganhos, impulsionadas pela reabertura de parques temáticos, além do crescimento do Disney Plus, serviço de streaming da empresa. No terceiro trimestre fiscal, encerrado em 3 de julho, as receitas aumentaram 45%, chegando a US$ 17 bilhões, acima dos US$ 11,8 bilhões no mesmo trimestre do ano anterior.

A Disney registrou também um lucro de US$ 995 milhões – 80 centavos por ação. Isso se compara favoravelmente com a perda de US$ 4,8 bilhões, ou US$ 2,62 por ação, que a companhia teve no mesmo período do ano anterior, quando a pandemia de covid-19 havia atingido todo o mundo.


DISNEY PLUS E MÍDIA

O Disney Plus, por exemplo, atraiu 12,4 milhões de novos assinantes líquidos e superou as metas para chegar em 116 milhões em todo o mundo até 3 de julho. Esta marca turbinou as ações da empresa, que subiram mais de 4% na negociação after-hours. O período considerado registrou também a reabertura dos parques temáticos e lançamento de grandes filmes do estúdio da companhia no cinema.


O retorno ao crescimento da receita após cinco trimestres de contração se refletiu nos resultados de todas as divisões da Disney. A de mídia e entretenimento, que inclui filmes, televisão e streaming, registrou receita de US$ 12,7 bilhões, uma melhora de 18% em relação ao trimestre do ano anterior. Os custos mais altos de programação de esportes reduziram os lucros, com a receita operacional da divisão caindo 32%, para US$ 2 bilhões.


PARQUES, EXPERIÊNCIAS E PRODUTOS

Já a de parques, experiências e produtos teve receitas de US$ 4,3 bilhões, em comparação com o US$ 1,1 bilhão no período do ano passado, quando a maioria dos resorts foram fechados e suas linhas de cruzeiro paralisaram. O lucro líquido da divisão atingiu US$ 356 milhões, diante da perda de US$ 1,9 bilhão no ano passado.


“Encerramos o terceiro trimestre em uma posição forte e estamos satisfeitos com a trajetória da empresa à medida que aumentamos nossos negócios em meio aos desafios contínuos da pandemia. Continuamos a apresentar novas experiências em nossos parques e resorts em todo o mundo, junto com novos serviços centrados no hóspede, e nosso negócio direto ao consumidor está tendo um ótimo desempenho, com um total de quase 174 milhões de assinaturas em Disney +, ESPN + e Hulu”, afirma o CEO, Bob Chapek.


Fonte: Panrotas - 13/08/2021 10:55 | Beatrice Teizen

0 visualização0 comentário