Livro de capa dura

França suspenderá passaporte de vacina e máscara.

Passe sanitário e máscaras não serão mais necessário a partir de 14 de março.

As regras que exigem que as pessoas na França mostrem um passaporte da vacina contra a covid-19 para acessar os locais serão suspensas em 14 de março, assim como a obrigatoriedade do uso de máscaras em ambientes fechados. O item continuará sendo necessário no transporte público, como ônibus e metrô, além de aviões.


As informações foram fornecidas pelo primeiro-ministro francês, Jean Castex, à medida que o país relaxa gradualmente os protocolos de saúde em meio a sinais de que o vírus está recuando na França. "A situação da saúde está melhorando", disse Castex à televisão TF1 hoje (3).


ENTRADA NA FRANÇA

Em 14 de fevereiro, a França já não exigia mais (aos visitantes vacinados) a necessidade de teste negativo para covid-19 para entrar no país. A medida tinha sido imposta em dezembro, devido ao aumento de casos e disseminação do vírus por meio da variante ômicron.


Desde então, um esquema completo de vacinação tornou-se suficiente para chegar à França, independentemente do país de origem, além de formulário assinado pelo viajante. São consideradas imunizadas as pessoas que tomaram, pelo menos 28 dias antes do embarque, a dose única da Janssen ou sete dias a segunda dose de Pfizer/Comirnaty, Moderna, AstraZeneca/Vaxzevria/Covishield.


Apenas a administração da CoronaVac (Sinovac) não é o suficiente, mas quem tomou a terceira dose (reforço) de algumas das vacinas Pfizer/Comirnaty, Moderna, AstraZeneca/Vaxzevria/Covishield é permitido no país.


ATOUT FRANCE COMEMORA

Para a diretora do Escritório de Turismo da França (Atout France) na América do Sul, Caroline Putnoki, a notícia é muito boa e, com certeza, facilitará as viagens dos brasileiros ao destino.

"Estou muito otimista em relação ao fluxo de viajantes do Brasil na França em 2022. Esse movimento já recomeçou muito forte em 2021, o Brasil se posicionou como um dos mercados-chave dessa retomada. E, com certeza, com esse anúncio de hoje, vai dar um impulso ainda maior", comenta.


Caroline ressalta que, até o dia em que as medidas serão suspensas, 14 de março, continuará sendo necessário respeitar os requisitos, incluindo a apresentação do passe sanitário – que, para ser emitido, é obrigatório que a pessoa tenha também a dose de reforço.


"É uma ótima notícia para a França, Brasil, mercado brasileiro e todos os profissionais do Turismo do País", finaliza.


Fonte Original: Panrotas 03/03/2022 11:35 | Victor Fernandes

0 visualização0 comentário