Livro de capa dura

Governo dos EUA reduz nível de risco de cruzeiros.


O Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos (CDC) retiraram as viagens da categoria de risco nível quatro (muito alto) para nível 3 (alto), após uma semana que a organização atualizou seus critérios de covid-19 para avaliar o risco de viagens em cruzeiros.


No nível 4, o CDC aconselhava para que os viajantes evitassem viagens de cruzeiro, independentemente do status de vacinação. Enquanto na designação do nível 3 pede que os cruzeiristas “certifiquem-se de que estão em dia com suas vacinas contra covid-19 antes de viajarem em navios de cruzeiro”.


O presidente e CEO da American Society of Travel Advisors (Asta), Zane Kerby, emitiu uma declaração em resposta a CDC, saudando a organização pela medida. “A Asta parabeniza o CDC por rebaixar seu alerta extremo de 'nível 4' contra viagens de cruzeiro, independentemente do status de vacinação, que criticamos veementemente quando foi instituído. Este nível de aviso era completamente desnecessário, dadas as medidas anti-covid extraordinariamente rigorosas postas em prática voluntariamente pelas linhas de cruzeiro em estreita consulta com o CDC. Apelamos ao governo para que continue avançando em direção a um ambiente regulatório consistente e previsível para as partes interessadas do setor de cruzeiros e viagens mais amplas, à medida que o covid avança para a fase endêmica”, observa.


Já o órgão da indústria Cruise Lines International Association (Clia), chamou a redução do nível de risco das viagens de cruzeiro do CDC como "um passo na direção certa", em um comunicado oficial, dizendo que "reconhece a liderança e a eficácia dos protocolos de saúde e segurança do setor de cruzeiros que são incomparáveis por praticamente qualquer outro ambiente comercial".


Fonte Original: Panrotas: 18/02/2022 09:48 | Nathalia Ribeiro

0 visualização0 comentário