Livro de capa dura

Itália autoriza entrada de estudantes do Brasil; Turismo ainda não.


Entrou em vigor ontem (31) uma nova portaria do Ministério da Saúde da Itália autorizando a entrada de viajantes provenientes do Brasil por motivos de estudo. Permanece proibida, no entanto, a entrada de turistas que tenham transitado pelo território brasileiro nos 14 dias anteriores à chegada na Itália.


Há ainda outras exceções para viajantes oriundos do Brasil. Residência fixa na Itália, ter cônjuges ou filhos menores de idade residentes em solo italiano, e “sujeitos em condições de absoluta necessidade autorizados pelo Ministério da Saúde” são alguns desses casos especiais que terão autorização para ingresso no país europeu.


A entrada e o tráfego aéreo do Brasil são permitidos, desde que nenhum sintoma de covid-19 ocorra, apenas para as seguintes categorias:


- Pessoas com residência oficialmente fixada e registrada na Itália desde data anterior a 13 de fevereiro de 2021 (com autodeclaração, sem autorização do Ministério da Saúde);


- Pessoas que devem alcançar domicílio, residência ou habitação de filhos menores, cônjuge ou parte de união civil (com autodeclaração, sem autorização do Ministério da Saúde);


- Pessoas que ingressem na Itália, independentemente da nacionalidade e residência registrada, para fins de estudo (com autodeclaração, sem autorização do Ministério da Saúde);


- Sujeitos em condições de absoluta necessidade autorizados pelo Ministério da Saúde;


Os viajantes que se enquadram nas exceções precisam apresentar resultado negativo de teste molecular ou de antígeno realizado nas 72 horas anteriores à chegada, submeter-se a um novo exame após desembarcar na Itália, cumprir quarentena de dez dias e fazer mais um teste ao fim do isolamento.


Essas regras continuam válidas, a princípio, até o dia 25 de outubro deste ano. Outros detalhes da portaria e as autorizações vigentes para entrada na Itália estão no site da embaixada no Brasil.


ESTADOS UNIDOS

Seguindo recomendação da União Europeia, a Itália apertou as restrições em relação aos americanos não vacinados. Viajantes dos Estados Unidos não vacinados precisarão fazer quarentena de cinco dias ao entrar no país e apresentar teste negativo ao entrarem e depois de cinco dias. Os vacinados precisarão preencher um formulário digital e apresentar um teste negativo para covid-19.


Fonte: Panrotas - 01/09/2021 13:58 | Filip Calixto.

0 visualização0 comentário