top of page
Livro de capa dura

São Paulo terá voos diretos para Bariloche na temporada de inverno.

Aerolíneas Argentinas anunciou que irá ofertas quatro voos diretos semanais na rota São Paulo - Bariloche.

Devido à suspensão de restrições de viagens e o avanço da imunização na Argentina, Bariloche se prepara para a próxima temporada de inverno com expectativa de receber turistas brasileiros. O Brasil lidera o ranking de países emissores de viajantes para a Argentina desde a reabertura das fronteiras, cerca de 29%. Além disso, o destino recebeu, aproximadamente, 60 mil brasileiros na alta temporada de inverno na pré-pandemia.


Em evento realizado no consulado argentino em São Paulo, na manhã desta quinta-feira (10), a Aerolíneas Argentinas anunciou que irá ofertar quatro voos diretos semanais na rota São Paulo-Bariloche. Segundo o diretor-executivo da Emprotur, Diego Piquin, as operações terão início entre a primeira semana de julho e o mês de setembro. Além disso, o Governo de Bariloche está em negociação com as empresas aéreas para tentar parcerias, como a Azul, Gol, Latam e Flybondi.


A cidade de Bariloche também oferece conectividade aérea por meio dos aeroportos de Buenos Aires, Ezeiza e Aeroparque, que se conectam com as principais cidades brasileiras.


Ainda durante o evento, foram apresentados vídeos promocionais do destino, destacando os esportes de neve. “Abrimos novos canais, com um novo site e novas contas nas redes sociais focadas no público brasileiro. Nós nos mantivemos ativos para motivar turistas a nos visitar. Hoje, Bariloche é altamente competitiva em preços, oferece novos e tradicionais produtos todos os anos, e já estamos preparados para este inverno”, destacou Piquin.


O diretor-executivo frisou que o principal centro de esqui da Argentina, o Cerro Catedral, irá apresentar infraestrutura para públicos de todas as idades e níveis de habilidades no esqui, desde iniciantes até atletas com skills avançados. A parte superior da montanha terá um novo meio de elevação com teleférico quádruplo, novas pistas e a ampliação de um sistema de fabricação de neve. Isso permitirá aumentar em 25% a superfície esquiável.


Já em relação à estrutura do destino e protocolos de saúde, o secretário local de Turismo, Gastón Burlón, disse que Bariloche é modelo na Argentina no quesito de aplicação de políticas de cuidados sanitários. “O destino foi o primeiro, na retomada, a receber turistas da Argentina e está entre os líderes nos programas de prevenção em serviços turísticos. Este inverno significará o retorno dos viajantes do Brasil, que encontrarão uma cidade em ampla expansão em sua infraestrutura urbana e recuperando sua conectividade aérea”, finaliza Burlón.


0 visualização0 comentário
bottom of page