Livro de capa dura

Veja todos os protocolos da MSC para a temporada 2021/2022.


A MSC Cruzeiros acaba de anunciar os detalhes sobre os requisitos e as medidas que fazem parte do protocolo de saúde e segurança que apoiará a temporada de cruzeiros no Brasil. As regras foram definidas pelas autoridades sanitárias e de saúde nacionais e aprovadas na última sexta-feira (29), pela Anvisa e pelo Ministério da Saúde.


A temporada 2021/2022 da MSC Cruzeiros no País contará com três navios. E, para embarcar, os hóspedes poderão optar pelos portos de Santos, Rio de Janeiro, Salvador ou Maceió.


Veja a seguir os principais pontos do protocolo de saúde e segurança que dará suporte aos cruzeiros da companhia, com o primeiro – o MSC Preziosa – navegando em 5 de novembro.


NO EMBARQUE

Todos os hóspedes com 12 anos ou mais precisarão apresentar comprovante de vacinação completa contra a covid-19, com a segunda dose ou dose única aplicada a mais de 14 dias antes do início do cruzeiro. Serão aceitos o certificado digital e comprovantes de vacinação das vacinas aprovadas no Brasil ou validadas pela OMS.

Todos os hóspedes a partir de 2 anos precisarão apresentar teste do tipo RT-PCR negativo feito até 72 horas ou teste de antígeno feito até 24 horas antes do embarque.

Todos os hóspedes precisarão apresentar uma apólice de seguro viagem com cobertura para a covid-19.

Triagem dos hóspedes por meio de formulário contendo informações sobre as condições de saúde do viajante. O formulário deve ser preenchido pelos hóspedes nas 6 horas que antecedem o embarque e entregue para a equipe da MSC Cruzeiros no terminal portuário.

Procedimento de embarque reformulado com processos de check-in digital e com horários de chegada no porto escalonados e pré-definidos para gerenciar o fluxo de hóspedes.

As medidas de saúde e segurança no terminal de cruzeiros atenderão ao mesmo padrão das medidas aplicadas a bordo.


DURANTE A VIAGEM

Ocupação reduzida a 75% da capacidade de hóspedes e distanciamento social a bordo entre grupos de viajantes.

Uso de máscaras faciais em áreas públicas.

Espaços e ambientes públicos internos como, por exemplo, teatro, lounges, cassino, restaurantes, kids clubs, com capacidade reduzida.

Atividades a bordo redesenhadas para grupos menores e com reserva prévia.

As refeições e bebidas nos restaurantes, bares e lounges serão servidas aos hóspedes em suas mesas. O restaurante buffet oferecerá um novo conceito de serviço e um novo fluxo de hóspedes para garantir o distanciamento social. Em vez de self-service, os hóspedes selecionarão o que desejam e a comida será servida no prato e entregue a eles para ser levada para a mesa. Para uma experiência sem contato, os hóspedes poderão acessar os menus dos restaurantes e bares em seus dispositivos móveis pessoais, digitalizando um QR code.

Monitoramento contínuo com testagem diária de 10% dos passageiros a bordo e de 10% da tripulação.

Tripulação treinada e equipada para atendimento, suporte e orientação dos hóspedes a bordo.

Toda a tripulação estará com o ciclo de vacinação contra a covid-19 completo e serão testados semanalmente.

Ar 100% fresco e sem recirculação e medidas mais elevadas de higienização, apoiadas pelo uso de produtos desinfetantes de nível hospitalar.

Novo Centro de Informações, acessível por telefone, que permitirá que os hóspedes liguem para o Atendimento ao Cliente para obter informações, em vez de precisar ir pessoalmente ao balcão de atendimento.

Desembarque independente dos hóspedes nos destinos, seguindo o protocolo definido e aprovado por cada cidade em seu plano de operacionalização local.

Os hóspedes que optarem por uma excursão em terra organizada pela MSC Cruzeiros terão acompanhamento e supervisão profissional e será seguido o mesmo padrão do protocolo aplicado a bordo. Instalações e serviços médicos aprimorados, com equipe qualificada e treinada.

Cabines dedicadas, em área restrita, disponibilizadas para permitir o isolamento de quaisquer casos suspeitos e contatos próximos.

Plano de contingência pronto para ser aplicado se um caso suspeito for identificado, em estreita cooperação com as autoridades de saúde.


Fonte Original - Panrotas - 01/11/2021 17:50 | Beatrice Teizen



2 visualizações0 comentário